Recuperação de áreas degradadas: principais impactos da não recuperação

Recuperação de áreas degradadas é de extrema importância para as empresas, já que  muitas atividades produtivas causam diversos prejuízos ao meio ambiente. Veja alguns dos principais impactos da não recuperação, como ter um bom projeto e mais!

Recuperação de áreas degradadas deve ser prioridade para empresas, que em razão dos seus processos produtivos causam efeitos diretos e indiretos ao meio ambiente.

A interferência de atividades econômicas não controladas com efetividade, ou seja, que não possuem um projeto voltado à restauração de áreas degradadas resulta em prejuízos para toda a sociedade em diferentes âmbitos.

Por esta razão, o restabelecimento de ambientes degradados é premissa para a obtenção de um desenvolvimento econômico sustentável. Isso significa um progresso responsável e contínuo para as empresas bem como a sociedade.

A seguir vamos falar de 5 impactos gerados por áreas degradadas não recuperadas e mais assuntos que permeiam o tema, que é de elevada importância para diversos setores econômicos. Veja o que vai ver neste artigo:

  • 5 impactos da não recuperação de áreas degradadas para as empresas
  • Setores que precisam investir na restauração de áreas degradadas
  • Reflorestamento de áreas degradadas: uma das soluções
  • Áreas degradadas recuperadas trazem benefícios econômicos: entenda
  • Como funciona um bom projeto de recuperação de áreas degradadas?
  • Importância de contratar uma empresa especializada
  • Souza Barros: a sua aliada em gestão de projetos ambientais

5 impactos da não recuperação de áreas degradadas para as empresas

Os danos causados por ambientes degradados por determinados tipos de atividades econômicas são muitos, como poluição, contaminação do solo e água, e outros.

Devido aos prejuízos decorrentes de alguns processos produtivos, que podem afetar a saúde da população, as empresas cada vez mais precisam investir em projeto de restabelecimento de áreas degradadas.

Isso porque a não recuperação de ambientes degradados traz diversos impactos negativos às organizações. Vamos citar 5 dos mais importantes:

  • Sanções e multas elevadas por parte de órgãos regulamentadores ambientais.
  • Não licenciamento de atividades;
  • Redução da capacidade competitiva;
  • Aumento de riscos de produção;
  • Imagem negativa frente à sociedade

Como pode ser observado, a não restauração de áreas degradadas gera grandes prejuízos às empresas. Por isso, o investimento em um projeto eficiente é determinante para a sobrevivência das organizações no mercado.

Setores que precisam investir na restauração de áreas degradadas

Toda a empresa que devido às suas atividades produtivas geram ambientes degradados têm a responsabilidade de recuperar as áreas afetadas. Isso é previsto na legislação ambiental em vigor, sendo, portanto, obrigatório para o desenvolvimento da produção.

Desta forma, cada organização precisa ter um projeto adequado para o devido e efetivo restabelecimento de áreas degradadas para não sofrer os impactos, conforme citamos no tópico anterior.

Um dos setores que têm urgência em ter um padrão alto na recuperação de ambientes degradados são mineradoras, empresas de infraestrutura e petrolíferas. Isso devido ao impactos causados pelas suas atividades.

Reflorestamento de áreas degradadas: uma das soluções

Uma das principais soluções para restabelecer ambientes degradados é o reflorestamento de áreas degradadas. Esta medida tem como objetivo devolver ao local a vegetação que foi suprimida.

Com o reflorestamento de área degradada, o local não somente terá devolvida a sua vegetação original como também irá gerar benefícios no aumento da qualidade do solo.

Sendo assim, o reflorestamento de áreas degradas vai ao encontro às determinações estipuladas por órgãos ambientais. O resultado do investimento é a redução expressiva de riscos para as empresas.

Embora o reflorestamento seja uma medida eficiente, há outras para recuperação de áreas degradadas pela mineração, por exemplo. Este conjunto de soluções para restabelecimento de áreas degradadas é chamado PRAD.

Áreas degradadas recuperadas trazem benefícios econômicos: entenda

A recuperação de áreas degradadas mais que evitar que as empresas sofram com penalidades dos órgãos ambientais como o não licenciamento, multas e outros, traz ainda outras vantagens.

Estes benefícios decorrentes do restabelecimento de áreas degradadas são bastante relevantes para as empresas, já que se referem a ganhos econômicos.

Os benefícios econômicos originados do restabelecimento de áreas degradadas são variados como, por exemplo, a valorização do terreno. Isso certamente aumenta o valor patrimonial das empresas.

Além da valorização da propriedade, as empresas quando investem em um bom projeto de restabelecimento de ambientes degradados também podem obter créditos de carbono. A recuperação traz impactos positivos no próprio desenvolvimento das atividades.

Como funciona um bom projeto de recuperação de áreas degradadas?

Como falamos, mais que investir no reflorestamento, as empresas precisam de projeto completo, que é o PRAD.

O PRAD (Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas), contempla todas as medidas necessárias para o restabelecimento de ambientes degradados. Ele compreende soluções precisas para a recuperação de determinados danos gerados.

Basicamente o projeto deve conter estudos e levantamentos sobre as áreas, a fim de obter o diagnóstico da degradação. Isso deve ser realizado por profissionais especializados e habilitados.

Após o diagnóstico é que são determinadas as ações para a recuperação das áreas degradadas, sempre de acordo com as exigências dos órgãos.

Importância de contratar uma empresa especializada

Contratar uma empresa especializada como a Souza Barros, que você vai conhecer mais no próximo tópico, é importante para as empresas que não querem perder tempo.

Além do mais, investir em uma empresa especialista é ter mais segurança em projeto de recuperação, já que toda a gestão é feita com base nos requerimentos dos órgãos regulamentadores ambientais.

Como isso evitam-se possíveis erros que levam a prejuízos legais futuros.

Souza Barros: a sua aliada em gestão de projetos ambientais

A Souza Barros conta com ampla experiência e expertise em gestão de projetos de recuperação de áreas degradadas pela mineração e outros setores.

Um dos propósitos da Souza Barros é gerar resultados, desenvolvimento sustentável e valor para os seus clientes por meio de um trabalho de gestão altamente qualificado.

Na Souza Barros, os projetos de recuperação são gerenciados com metodologias, técnicas e ferramentas eficazes. Com isso, os clientes evitam uma série de impactos negativos bem como podem angariar benefícios econômicos como os que você viu no decorrer do texto.

Concluímos este post, convidando você a entrar em contato com Souza Barros para saber mais sobre como funciona um bom projeto e outros temas que tratamos.